sexta-feira, 27 de maio de 2011

PERCEPÇÃO, ATENÇÃO E MEMÓRIA


 



Esses três conceitos são extremamente importantes para o desenvolvimento do ser humano, através dessas percepções é feita a interação com o meio.
            A percepção é feita através dos sentidos, como a visão, o olfato, o tato, podemos ter o controle da percepção através da internalização da linguagem e dos significados culturalmente desenvolvidos. A percepção é feita de acordo com eventos e situações vividas, aonde guardamos essas informações, para que através delas possam ter a percepção dos objetos através de nossos símbolos.
            A atenção é feita através de mecanismos neurológicos, sendo que quando ocorre um processo de seleção das informações com as quais vai interagir, se não houvesse essa seletividade, a quantidade de informação seria tão grande e desordenada que seria impossível uma ação organizada do organismo no mundo. Quando escutamos nosso próprio nome, reagimos imediatamente, focalizando nossa atenção de forma não deliberada.
            A memoria natural, na espécie humana, refere – se ao registro não voluntário de experiências que, permite o acúmulo de informações e o uso dessas informações em momentos posteriores, na ausência das situações vividas. A memória mediada permite ao individuo controlar seu próprio comportamento, pro meio da utilização de instrumentos e signos que provoquem a lembrança do conteúdo a ser recuperado, de forma deliberada.


Integrantes:

Aline
Andrews
Ana Paula
Diana
Daiana
Ednéia
Elizete
Fabiana
Nicely
Tatiane


 

2 comentários:

  1. Todas as apresentações foram maravilhosas! Conhecer um pouco mais sobre Paulo Freire e suas teorias foi interessante. Amei a experiência da utilização do blog. Parabéns! - Juliana Carvalho

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito de Henri Wallon, quanto a ideia dele sobre as fases de uma criança, como ele acredito sobre as brincadeiras funcionais, aquisição, de fabricação, ficção. Pois muitos país não acreditam que uma brincadeira ou brinquedo estimulem uma criança. Como a fase de um bebê que é bastante estimulado com brinquedo de sons e luzes. Acredito na brincadeira tambem de faz de conta pois minha filha está nessa fase e gostaria que todas as crianças tivessem este direito de evolução ou de etapas. Eu como futuro pedagoga acredito e vou usar os métodos de Wallon.

    Michelle Romão 1°B RM:21722

    ResponderExcluir